Meu cão é agressivo, e agora?

Muitos donos me procuram com essa pergunta, mas sabe qual é a boa notícia, todo cão pode ser reabilitado se esse processo for realizado com paciência e amor. O importante é descobrir o que está tornando o animal antissocial e em consequência agressivo.

Na maioria dos casos percebemos que um cachorro acuado, com medo, responde com agressividade. Recentemente eu atendi um schnauzer mini chamado Alfredo que era extremamente dócil, a não ser quando ficava exposto a barulhos intensos, como fogos de artifícios, por exemplo. Nesse momento se ele fosse manipulado ou retirado do seu lugar de segurança ele mordia e era agressivo com seus donos.

Normalmente quando o cão demonstra o primeiro sinal de agressividade ele rosna, nós naturalmente respondemos a esse sinal nos afastando, afinal, quem quer levar uma mordida? Porém, ao recuarmos o animal entende que recompensamos o comportamento dele, ou seja, toda vez que ele rosnar, ele domina a situação.

Se o seu cão tem um comportamento antissocial, separei algumas dicas que pode ajudar a reverter essa situação.

Entenda porque o animal tem um comportamento difícil

Saber a raiz do problema é essencial, como no caso do schnauzer Alfredo, era apenas uma questão de transformar o barulho em algo natural, para isso basta oferecer petiscos e fazer brincadeiras toda vez que acontecerem os barulhos, é uma missão e tanto, mas com amor e dedicação a família deixará a vida do cão mais tranquila e, em breve, ele será reabilitado.

Alguns animais, especialmente os adotados, podem ter um histórico difícil e isso reflete em seu comportamento atual. Questões genéticas também podem influenciar em sua socialização, defesa de território com a chegada de um novo bichinho na família e até mesmo a combinação de mais de um dos fatores citados anteriormente.

Levante a bandeira do reforço positivo e do amor

Se temos um cão agressivo usar punições para mudar esse cenário parece um caminho para o fracasso certo? Cães antissociais avisam através de alguns sinais que algo não vai bem, mas se o dono apenas puni-lo por se comportar mal, ele não vai mais avisar, será apenas agressivo.

Através do reforço positivo mostramos alternativas para o animal, que vai receber algo bom pela melhora do seu comportamento e durante todo o processo será envolvido por carinho. Quando um animal está agressivo é indicado treinar obediência básica, comandos como sentar, soltar, ficar e passear com a guia pode tirá-lo rapidamente do seu estado agressivo e fazer o animal ouvir o seu dono.

Busque ajuda profissional

Nesse momento um adestrador, especializado em comportamento animal, pode ser de grande auxílio na ressocialização desse cão. Muitas vezes, com a melhor das intenções, os donos podem seguir por caminhos que pioram o quadro, por isso, chame um especialista. Nesses casos um adestrador, zootecnista ou veterinário podem ajudar.

Com a metodologia certa, paciência e amor é possível reverter o quadro de um cão agressivo. Não tenha medo de pedir ajuda e enfrentar esse processo, será recompensador ver a transformação do seu melhor amigo.

Publicado por

alexqueiroz

Sou veterinário e me especializei em Etologia, atualmente tenho um projeto social que reabilita cães com problemas comportamentais. Criei esse espaço para levar dicas de adestramento e mostrar algumas formas de como reintegrar os animais em suas famílias através do amor e do reforço positivo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *